Por Dr. Carlos Motta

O que é a ejaculação retardada (ou demorada)?

A ejaculação retardada, também denominada demorada, é a dificuldade em ejacular mesmo com uma ereção firme e estímulo sexual suficiente. A ejaculação retardada ocorre em 1-4% dos homens.

Pode-se classificar a ejaculação retardada em primária ou secundária. A ejaculação retardada primária acontece quando o homem demora a ejacular desde o início de sua vida sexual. Já a forma secundária ocorre quando o homem começou a ter dificuldade após um período no qual ele conseguia ejacular sem uma demora importante.

A ejaculação retardada geralmente ocorre em relações sexuais mas é bastante incomum durante a masturbação. Na verdade, 85% dos homens com ejaculação retardada são capazes de atingir o orgasmo com a masturbação. Em alguns casos, a ejaculação retardada ocorre em ambas situações e, consequentemente, o homem é incapaz de ejacular ou só o faz após estímulo sexual prolongado 9seja esse estímulo sexual ou masturbatório). Esse problema pode ser frustrante e causar aflição em ambos os parceiros envolvidos.

É importante ressaltar que, em algumas circunstâncias, o homem pode atingir o orgasmo e não ejacular. Isso costuma ser denominado “orgasmo seco”, ou anejaculação. Há também a ejaculação retrógrada, quando o sêmen é projetado para a bexiga, e não através da uretra e, a partir dela, para fora do corpo.

Quais são as causas da ejaculação retardada?

Através da história médica e sexual, assim como do exame físico, o médico (mais frequentemente um urologista) pode determinar a causa da ejaculação retardada.

As causas mais frequentes de ejaculação retardada são:

  • Efeitos colaterais de medicamentos: Remédios para o tratamento da depressão, da ansiedade e da hipertensão arterial podem lentificar a resposta ejaculatória. A ejaculação retardada ocorre em 16-37% dos homens que fazem uso dos inibidores seletivos da receptação da serotonina (um tipo de antidepressivo). Algumas pesquisas sugerem que as drogas utilizadas contra a disfunção erétil podem retardar a ejaculação, em alguns casos.
  • Uso de álcool ou drogas ilícitas.
  • Lesões neurológicas: Os danos neurológicos por traumatismos da coluna ou acidentes vasculares encefálicos (popularmente chamados de derrame) ou outras doenças, como a esclerose múltipla, podem dificultar a ejaculação.
  • Causas psicológicas: ansiedade de performance, depressão, problemas de relacionamento, entre outros problemas, podem ser a causa da ejaculação retardada.
  • O condicionamento pelo uso de estímulos sexuais diferentes também pode fazer com que o homem apresente ejaculação retardada. Esse paciente pode não receber estímulos suficientes para obter a ejaculação durante o ato sexual. Como exemplo, podemos citar um homem acostumado a masturbar-se com movimentos muito rápidos que poderia ter dificuldade para ejacular com o ato sexual, que é naturalmente mais lento.

A maioria dos especialistas acredita que a maioria dos pacientes que apresentam ejaculação retardada não possuem um problema físico que a justifique, uma vez que 85% dos homens atingem normalmente o orgasmo através da masturbação. Por isso, é muito provável que esses homens não apresentem um problema físico que cause a ejaculação retardada, mas sim um problema psicológico que deve ser abordado.

A ejaculação retardada tem tratamento?

Há diversos tratamentos para a ejaculação retardada. O tratamento será escolhido com base na causa mais provável do problema.

Se um remédio é a provável causa, a troca desse remédio, com orientação médica, pode resolver o problema. Alguns remédios não podem ser trocados nem suspendidos, por isso nunca pare de tomar um remédio sem consultar o médico que o prescreveu.

Uma vez que a ejaculação retardada e a disfunção erétil são comuns entre homens que bebem em excesso, a solução é limitar a ingestão de álcool. O mesmo se aplica aos usuários de drogas ilícitas.

Já que muitos especialistas afirmam que a maioria dos casos de ejaculação retardada tem causas psicológicas, a psicoterapia é o tratamento principal para que se possa recuperar totalmente a função sexual.

 

Fonte

http://www.sexhealthmatters.org/delayed-ejaculation/delayed-ejaculation-overview