Por Dr. Carlos Motta

 

As hidroceles e as hérnias inguinais (na virilha) podem criar problemas para os homens. Mas elas causam dor e disfunção? Quando e como elas devem ser tratadas? A informação a seguir deve te ajudar a conversar com um urologista sobre esses sintomas.

O que causa as hérnias e as hidroceles?

No desenvolvimento intrauterino, os testículos se desenvolvem próximo aos rins, dentro do abdome, e descem desta localização para sua posição normal na bolsa escrotal ao final da gravidez. Para que os testículos possam deixar o abdome, um anel muscular deve se abrir de cada lado da virilha, assim permitindo que os testículos migrem ao escroto. À medida que o testículo migra pelas camadas do abdome, essas camadas passam a fazer parte do revestimento testicular, o que forma um canal por onde o testículo passou. Esse canal se fecha na maioria dos garotos. Caso esse canal permaneça aberto, ou se abra novamente, uma pequena quantidade de fluido pode sair do abdome e atingir o interior da bolsa escrotal. Isso resulta na hidrocele. Caso o canal seja ainda mais largo, uma parte do intestino pode atingir o interior da bolsa escrotal, o que se denomina hérnia inguinal.

 

anatomy_Hydrocele pt

 

A hidroceles também podem se desenvolver em consequência de inflamação ou trauma escrotal. Essas hidroceles costumam melhorar em alguns meses, mas também podem permanecer, sendo necessário tratamento médico. As hérnias também podem ser o resultado de um aumento da pressão dentro do abdome, o que pode forçar uma parte do intestino através de um ponto enfraquecido da parede abdominal. Causas de aumento da pressão dentro do abdome incluem: constipação (ter que fazer força para evacuar), levantamento de peso, tosses, espirros, obesidade e obstrução ao fluxo urinário (ter que fazer força para urinar).

 

Hérnia Inguinal

Hérnia Inguinal

 

Quais os sintomas de uma hérnia?

Apenas 25% das hérnias causam dor ou desconforto. Entretanto, pode ser possível ver e sentir uma protuberância que frequentemente surge na junção do quadril com a virilha. Cerca de 1% dos meninos desenvolve hérnias, sendo mais comum em prematuros. Às vezes, um pedaço de intestino penetra na bolsa escrotal, resultando em dor e inchaço.

Quais os sintomas da hidrocele?

Cerca de 10% dos recém-nascidos do sexo masculino apresentam uma hidrocele. Esse inchaço da bolsa escrotal raramente causa sintomas e geralmente desaparece no primeiro ano de vida; apesar de sua aparência, que pode preocupar os pais. Nos homens mais velhos, a hidrocele não costuma causar dor, mas pode gerar desconforto pelo aumento do tamanho da bolsa escrotal.

Como se tratam as hérnias?

Em crianças, é recomendável proceder a uma cirurgia para a correção do anel muscular que não se fechou. As hérnias não se curam espontaneamente e podem resultar em danos ao tubo digestivo, o que requer uma cirurgia de emergência. Em crianças, uma pequena incisão é feita na virilha, através da qual o urologista sutura (costura) o canal e fecha o músculo. Em adolescentes e adultos, pode-se considerar a cirurgia videolaparoscópica.

Como se tratam as hidroceles?

As hidroceles devem ser operadas caso causem sintomas, como aumento progressivo ou aumento importante ao longo do dia. Caso a varicocele não seja complicada, faz-se uma incisão na bolsa escrotal e os tecidos envolvidos na hidrocele são removidos. Se houver complicações, como uma hérnia inguinal associada, a incisão é feita na região inguinal. Essa abordagem permite a correção de hérnias e outras complicações no mesmo tempo cirúrgico. Nas crianças é preferível a incisão inguinal (na virilha) para evitar que se deixe de diagnosticar uma hérnia pequena que pode vir a aumentar depois.

O que se pode esperar após o tratamento de hérnias e hidroceles?

Após a cirurgia, haverá desconforto que exigirá o uso de analgésicos. Na maioria dos casos, a dor se reduz na primeira semana, quando os analgésicos não serão mais necessários. Pode-se ter que restringir algumas atividades por duas semanas. O testículo e a bolsa escrotal podem permanecer inchados por muitas semanas após a cirurgia, mas eventualmente retornarão ao tamanho normal. Menos de 1% dos pacientes operados apresentam recidivas da doença.

Perguntas frequentes:

As hérnias e as hidroceles são hereditárias?

Não. As hérnias e as hidroceles são comuns e, apesar de muitos membros de uma mesma família poderem desenvolvê-las, não há evidências de que sejam hereditárias.

Há algo que os pais tenham feito que possa resultar em uma hérnia ou uma hidrocele em seu filho?

Não.

Qual a probabilidade de uma hérnia surgir no outro lado?

Isso depende da idade do paciente. Crianças mais novas operadas por uma hérnia tem probabilidade muito maior de desenvolver uma hérnia do outro lado que crianças mais velhas e homens adultos. Em crianças menores, pode-se usar o laparoscópio para avaliar o lado oposto. Se o exame evidenciar a presença de uma hérnia, então se pode operar o outro lado de forma preventiva.

Qual a probabilidade de desenvolver uma hidrocele do outro lado?

O risco de desenvolver uma hidrocele do outro lado é cerca de 5%. Como o risco é baixo, não se costuma realizar a avaliação laparoscópica.

As mulheres podem desenvolver hidroceles e hérnias?

As mulheres não desenvolvem hidroceles. Existe uma doença, denominada cisto de Nuck, que corresponde à hidrocele em mulheres. As mulheres podem desenvolver hérnias, mas as hérnias ocorrem com frequência 10 vezes menor nas mulheres.

 

Onde posso obter mais informações?

Sociedade Brasileira de Urologia

Uro online

Adaptado e traduzido de

http://www.urologyhealth.org/urology/index.cfm?article=129

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19322018